Este blog surge a partir do módulo "Arte e Literatura: Humanidades Médicas I" do curso de Medicina da Universidade Federal do Ceará. O módulo tem por objetivo explorar, junto com as e os estudantes de graduação em Medicina, outras dimensões da práxis médica que não apenas as competências tecnológicas duras. Para isso, lança mão de recursos pedagógicos vivenciais e audio-visuais, trazendo elementos da Literatura, das Artes Plásticas, do Cinema, bem como das experiências pessoais compartilhadas pelas e pelos estudantes.
Apesar disso, hoje o blog não quer se definir. Aqui encontram-se estranhamentos e aleluias cotidianos de um contínuo tornar-se.

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Oração para o novo ano


Ó Deus, livra-me do pensamento-gaiola! Outra coisa não peço, senão isto.
Quero falar pétalas de borboleta. E escrever rastros de caracóis apaixonados.
As conchinhas todas enfeitadas, apenas adivinhadas por quem lê as trilhas brilhantes.
Que eu ouça tuas sístoles com meus poros
e que eu dance a vida na quietude do silêncio, que é teu doce Mistério.
Não, nada quero entender. Quero tão somente chupar o gosto do dia.
Água-viva palpitando no compasso do não-saber que é teu oceano profundo.
Amém.

3 comentários:

  1. a gente tem que fazer essa oração com o pé sujo igual ao da foto ou pode lavar? rsrsrrs...não resisti, tive que fazer ora.

    ResponderExcluir